Ser um bom Vendedor (Revendedor)

Ser um bom Vendedor (Revendedor)

Category : Olha Venda

Agora vamos falar um pouco mais sobre vendas, apesar de que as melhores empresas de MMN já oferecem esse tipo de treinamento, sempre é bom reforçar algumas práticas antigas que nunca falham.

1-    Tenha e compartilhe o seu amor pelo produto.

Todo vendedor de sucesso acredita no seu produto, na sua qualidade e no seu valor para facilitar a vida das pessoas.

“Pessoas compram emoções e não produtos”.  

Se você quiser aumentar as chances de êxito em uma venda, busque agregar valores ao seu produto, e estimule (não insista) o seu cliente a ver esses valores da mesma forma que você.

Cuide também da sua linguagem corporal e tom de voz, isso diz muito a respeito de você, da sua confiança no produto e na empresa que você trabalha. Algumas pessoas conseguem perceber quando um vendedor está inseguro sobre os benefícios daquilo que ele está vendendo, apenas observando-o atentamente.

2-    Seja um especialista no produto que você deseja vender.

Já falamos anteriormente aqui no curso de marketing multinível, mas por ser um fator crucial para quem desejar obter sucesso em vendas, você não deverá ser apenas aquele que vende o produto, mas sim, aquele que usa e comprova os seus benefícios.  Seja a vitrine daquilo que você pretende vender, esse sempre será o melhor argumento.

3-    Antecipe as necessidades dos seus clientes. 

Apesar de ser estranho isso, a maioria dos grandes vendedores garantem; as pessoas não sabem o que eles precisam de fato, cabe ao vendedor expor e criar a necessidade no seu cliente.

4- Quebrando o gelo, como eu devo abordar um cliente?

Pratique quebrar o gelo com seus clientes. O modo como você se conecta às pessoas é fundamental em vendas diretas. Em vez de fazer perguntas fechadas como “Posso ajudar? ”, seja mais positivo: “Está procurando algo para você mesmo ou um presente para alguém especial?” Faça comentários assertivos e inicie uma conversa. Por exemplo, se trabalha vendendo chapéus, diga: “Já foi à alguma festa do chapéu maluco? Elas são muito populares hoje em dia.”

5-    Paciência é tudo

Dê tempo para o cliente pensar. Pressionar o consumidor pode ser extremamente frustrante e desagradável para ele, o que raramente leva a uma venda real. Talvez ele queira voltar para casa e fazer uma pesquisa rápida na internet sobre o produto. Deixe-o ir com sua descrição entusiasmada ainda fresca na memória; se você tiver sido verdadeiro, prestativo, animado e as informações dadas forem compatíveis com a pesquisa dele, as chances dele voltar para fechar a compra serão bem maiores.

Às vezes vale a pena deixar o cliente assumir a liderança. Dê tempo para ele pensar, e fique quieto enquanto isso. Só ofereça mais informações quando solicitado.

Não deixe os consumidores irem embora sem saberem como entrar em contato com você. Caso trabalhe em uma loja ou para um site, é imprescindível que o cliente tenha como contatá-lo novamente, principalmente se você se deslocar para outros lugares. Diga algo como “Estarei no balcão se precisar de mim” ou “Entre em contato, qualquer vendedor me informará e eu poderei retornar com as informações necessárias”.

Também é possível passar suas próprias informações de contato para o cliente conseguir encontrá-lo. Dê seu cartão de visitas e diga “Me ligue se tiver dúvidas. Eu também fico aqui mesmo durante a semana”.

Confie em seus instintos. Quando achar que um cliente vai fechar a compra, fique por perto sem ser invasivo. É fundamental que ele possa encontrá-lo rapidamente – imagine se ele decide que vai fechar negócio e não consegue falar com você. Ninguém quer isso!

6-    Divulgue o seu produto

É muito importante transmitir as informações sobre o produto através do maior número de canais possível. Hoje em dia o número de lugares anunciáveis aumentou graças aos avanços na comunicação. Faça com que compradores em potencial vejam as informações sobre seus produtos em lugares diversos, como:

  • Propaganda boca a boca. A MELHOR DE TODAS
  • Anúncios (rádio, TV, impressos, e-mail, redes sociais, anúncios online, etc.).
  • Representantes de venda.
  • Eventos e feiras comerciais.
  • Conferências.
  • Telemarketing.
  • Exibição do produto em filmes, eventos esportivos, etc.
  • Eventos da comunidade local (por exemplo, doar um produto para um leilão beneficente local o destacará e servirá para uma boa causa).

Bom, agora que você já sabe quais as principais regras para ser um bom vendedor, vamos falar um pouco sobre a personalidade de um vendedor de sucesso. Como você tem tratado o seu emocional ultimamente? Você sabe lidar bem com a rejeição? Quando você escuta um NÃO, você interpreta ele como um NÃO ao produto, ou como algo direcionado a sua pessoa?

Saber lidar com a rejeição é extremamente importante para quem deseja trabalhar com vendas. Por de trás de cada não sempre haverá um SIM, ou alguma oportunidade que você ainda não descobriu.

FONTE: www.primecursos.com.br

Quer trabalhar com vendas diretas ou criar times de vedas? Cadastre-se e tenha um mentor para lhe orientar. 


Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Você pode contribuir com Doações:
junho 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Categorias

Arquivos

Curta-nos no FaceBook

Compare Products (0)